sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Confissões Online - Íris Figueiredo



Oiiii gente! Tudo bem com vocês? Esse mês li um dos livros que mais estavam empacados na minha estante: Confissões Online da linda Íris Figueiredo (quem se lembra das fotos que tiramos juntas nas Bienal de BH ano passado?? Acesse AQUI)! Eu confesso que não esperava muito do livro, apenas mais um YA fofinho, porém fui completamente surpreendida pelos temas que a história aborda! 

Tudo começa com Mariana nos contando como sua irmã Melissa está pirando com o próprio casamento, dando crises, sendo grosseira e entrando em certo pânico disfarçado. Mari se sente tão estressada por isso também que decide gravar um vídeo desabafando e postar no YouTube, afinal, ninguém veria o vídeo mesmo, não é? ledo engano hehehe D:

Ao longo das páginas, conhecemos um pouco mais de sua vida e descobrimos que ela é uma garota que está no terceiro ano do ensino médio, tem apenas uma amiga, não sabe o que cursar no vestibular e teve um intercâmbio "sabotado" pelo casamento da irmã. Intercâmbio esse que, para Mari, era extremamente necessário. Os últimos tempos  não têm sido fáceis para ela, depois que uma fofoca foi divulgada como verdade por um grupo formado por sua ex-melhor amiga, ex-namorado e melhor amigo do ex-namorado, sua vida mudou bastante. De popular, a garota passou a ser o assunto da escola, sem amigos e sem reputação.

Sofrendo dessa forma e se sentindo culpada, ela acaba não contando aos pais o que está acontecendo, apenas à sua única amiga, Carina, que estuda em outra escola, tem uma mãe maluca e parece estar sofrendo de distúrbios alimentares, visto que não para de emagrecer e cada vez que Mari a encontra ela está  mais abatida. Tudo começa a mudar quando a Mariana vai ao show de sua banda preferida, Tempest, e um garoto super fofo que ela conheceu em um restaurante e ela não sabe o nome a leva para os bastidores. Depois que tudo isso acontece, ela grava mais um vídeo para o seu canal no YouTube, Marinando, que começa a bombar! 

Com a ajuda do garoto do show e uma câmera na mão, Mari começa a ficar conhecida e, depois de publicar um dos vídeos de sua irmã surtando por causa do casamento, ela se torna MUITO famosa e as pessoas da escola começam a notá-la novamente. Até o final do livro não descobrimos que boato foi esse que espalharam sobre Mariana, nem entendemos muito bem porque tudo está tão difícil para a menina. De certa forma esse é um dos pontos altos do livro. A surpresa que temos no final é extremamente chocante! Eu esperava algo relacionado a namoros e tal, mas não exatamente o que a narradora nos conta.

Íris escreve de um jeito bem levinho, os capítulos são razoavelmente curtos e objetivos, a história não se enrola muito para acontecer, o que é uma das coisas que mais gostei. Sei que existe a continuação desse livro, mas ainda não me decidi se leio ou não. Me apaixonei por uma das personagens e, pelo final da história, é quase certeza que ela vai mudar bastante e poderá se tornar alguém que eu não vou gostar mais. Vocês também tem isso?! Eu fico com mais medo de "desgostar" de um personagem do que de não saber o final definitivo da história, hahahahaha!

Mariana é uma personagem complexa, assim como sua melhor amiga Carina; as duas são profundas, cheias de conflitos que a cercam e a escritora soube muito bem trabalhar com esses problemas. É bom saber que existem autoras que se preocupam não só em contar sua história, mas também envolver nela temas relevantes como bullying, separação dos pais, bulimia, anorexia e outros que não posso contar para não dar spoilers do livro, hehe!

No mais, é um livro que recomendo muito àqueles que, como eu, amam YA! É leve, com bastante humor e situações que nos fazem refletir. Como disse no começo, essa história estava empacada na estante e que bom que a separei para o mês de agosto!!! Quem sabe na Bienal do ano que vem vejo a Íris de novo e não me empolgo para o segundo livro da série?! *--* 

E isso é tudo pessoal! Espero que tenham gostado.

Um beijo, 
Vi. <3 


skoob * weheartit * pinterest * facebook do blog * instagram * youtube snapchat: vividsb7

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

TBR de agosto e Leituras de julho!

Eeeeeei gente!!! Tudo bem com vocês??? Saíram dois vídeos novos lá no canal e eu vim aqui atualizar o blog com eles! ^_^ 


No primeiro deles contei para vocês tudo aquilo que pretendo ler no mês de agosto: 





E aqui contei um pouquinho sobre cada um dos livros que li no mês passado, julho. 





Para conferir a resenha de Garoto encontra Garoto, é só clicar AQUI. :)

Espero que tenham gostado, não se esqueçam de se inscrever no canal para não perder nenhuma novidade que eu postar lá! 

Um beijo,
Vi. <3 

skoob * weheartit * pinterest * facebook do blog * instagram * youtube snapchat: vividsb7

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Garoto encontra garoto - David Levithan



Eiiii gente!! Tudo bem com vocês? Depois de um longo e tenebroso inverno (aquelas que usam o ditado da mãe hehehe) eu estou de volta para dar a minha opinião sobre o livro Garoto encontra garoto, do meu queridinho  David Levithan!!!! <3 

Paul é um garoto gay, isso nunca foi segredo para ninguém. Seus pais sempre o respeitaram, assim como as pessoas de sua escola que, inclusive, o tem como um dos seus representantes. Como o esperado, ele é um garoto popular, cercado de amigos, dentre eles uma líder de torcida transexual que também é a quarterback do time de futebol americano do colégio, um outro garoto gay que mora em outra cidade e tem pais que não o aceitam como é, uma garota hétero e o ex-namorado dela. Todo mundo é apresentado logo no início do livro, assim como um pouco da vida de cada um.

A cidade é bastante aberta àqueles que são LGBT e também por isso Paul vive a vida normalmente, até que em uma livraria ele conhece Noah, um garoto novo que o deixa com a sensação de que encontrou o amor da sua vida. Não conversaram por muito tempo, mas logo no outro dia na escola, Paul colocou todos os seus amigos para encontrarem seu crush e tentar se aproximar dele. Dito e feito, os dois começam a sentir algo um pelo outro e passarem muito tempo juntos.

Paralelamente a isso, temos Kyle, O EX! Hahahahaha! Ele e Paul terminaram de forma bem dramática, aparentemente Kyle não era gay e fez questão de contar a escola toda que foi, de certa forma, induzido por Paul a ficar com ele. Paul até hoje guarda más lembranças desse fato, mas nunca imaginaria que Kyle começasse a dar em cima dele e entrar em grupos que Paul coordena para se aproximar dele.

Como já devem imaginar, o drama Noah X Kyle  chega a um patamar em que Paul perde o controle, hehehe! David descreve tudo isso com muita poesia, acho que o que mais admiro nos livros dele é o fato de que ele aborda os movimentos LGBT de modo simples e muito real. Eu sou uma mulher cis heterossexual, não vivo na pele o que as pessoas LGBT vivem, mas os livros desse autor me mostram com bastante propriedade como é ser parte dessa minoria.

A escrita do autor é bastante clara e tranquila de ler, demorei muito para pegar esse livro, mas quando comecei, terminei numa sentada só, hahaha! A única coisa que tenho a reclamar é de uma das amigas de Paul, Joni. Ela namora um dos jogadores do time de futebol americano da escola, mas ele é muito, MUITO estranho e não combina com a menina. As vezes fiquei cansada desse namoro deles e também do drama entre Paul e ela, sacrificando a amizade por causa da relação da Joni com esse cara. No final até entendi um pouco o ponto do autor, que, de certa forma, descreveu um relacionamento abusivo, mas mesmo assim, achei muito cansativo vários capítulos terem dramas repetidamente com essa personagem.

No geral vocês bem sabem do meu amor por Levithan e tudo o que ele escreve não é? Hahaha! Essa história não foi minha favorita dele por esses pequeninos incômodos que pontuei ali em cima, porém, no geral, é outro livro incrível e que deve ser lido por muuuuitas pessoas! Apesar de o foco principal ser os dramas românticos de Paul e seus amigos, dá pra tirar muita coisa interessante do universo LGBT e das diferentes formas que a sociedade tem para lidar com as pessoas que são homossexuais, trans, bi e todas as outras categorias existentes, hihi! 

Com a leitura de livros LGBT temos como nos colocar no lugar dessas pessoas e tirar ensinamentos para nós mesmo para com àqueles do nosso meio que são LGBT. David é sempre muito feliz escrevendo essas histórias e é por isso que recomendo tanto os livros dele! <3 

E por hoje é só! Espero que tenham gostado da resenha coisa que não faço há 84 anos, mas okay hehehe :P e deixem aqui um comentário me indicando mais livros com essa temática LGBT, porque por enquanto só conheço os do David hahaha! 


Um beijo,
Vi. <3


skoob * weheartit * pinterest * facebook do blog * instagram * youtube snapchat: vividsb7